sexta-feira, 21 de junho de 2019

Zermatt, a cidade mágica

Já se passaram três meses desde a última viagem e só agora vos vou por a par de tudo, ando uma verdadeira desleixada, com muita pena minha, mas a próxima semana é de férias e tenho esperança de dar uma "organizadela" à minha vida. Mas agora o mais importante é contar-vos tudo sobre esta passagem rápida pela Suiça, mais propriamente por Zermatt.
Aproveitamos a proximidade entre Itália e Suiça e começamos a nossa viagem nas montanhas. Já há algum tempo que os amigos tinham feito o convite e não imaginávamos nós o que estávamos a perder, é I-N-C-R-Í-V-E-L.
 Além de uma excelente receção e estadia proporcionada pelos nossos amigos, ficamos encantados com a conjugação de elementos perfeita: os telhados cobertos de neve, as montanhas bem altas que nos rodeavam, os portugueses que lá vivem ( e acreditem são mesmo muitos) que quase nos faziam lembrar que estávamos em Portugal, o rio de águas cristalinas que atravessa a cidade, a grandiosa e imponente Matterhorn, entre tantas outras coisas...

A nossa estadia foi em Tasch e foi daí que apanhamos o comboio até Zermatt, numa bela viagem que dura pouco mais de 10 minutos. Depois de lá chegarmos, podemos, então, perdermo-nos pelas ruelas da cidade. 

Não planeei nada para esta curta passagem e só depois de lá estar é que li algures num blogue que era imperdível subir ao terraço de um hotel e assim fizemos. O resultado é o que podem ver nas fotografias: encantador!







Depois, sem fazermos a mínima ideia do que íamos encontrar, continuamos a subir por um caminho que existe ao lado do hotel e entre brincadeiras, caminhos cobertos de neve, muitos "uau's" e fotografias, encontrámos um spot incrível (desculpem, estou sempre a usar esta palavra, mas é mesmo tudo INCRÍVEL).



Parceira ❤






Gostamos tanto do lugar que ficamos ali duas horas, sim, duas horas à conversa, a mostrar à família o quanto estávamos a adorar, aproveitámos também para almoçar e, claro, fazer alguns registos fotográficos.



Aproveitámos também para percorrer a zona antiga da cidade, um passeio no tempo pelas encantadoras casas que ainda mantêm a construção inicial.


Uma coisa muito importante nesta viagem, foi a sorte enorme que tivemos com o tempo, pois além de haver um belo manto de neve, as estradas estavam limpas e o tempo estava excelente, temperaturas agradáveis e um sol radiante que nos permitiu uma vista desafogada para a montanha da Toblerone.

Não podem deixar de percorrer as margens do rio que atravessa a cidade e que nos permite um belo plano para a famosa montanha.


Não deixem de conhecer esta charmosa cidade, que parece tirada de um conto de fadas.
 É mesmo um lugar mágico ❤

Sem comentários:

Enviar um comentário