quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Penedono, vila medieval


Provavelmente a maioria de vocês já percebeu que, sempre que posso, aproveito os fins de semana para conhecer um sítio novo ou para revisitar lugares que já conheço, mas onde voltarei sempre.
Este sábado não foi diferente, aproveitamos um encontro de preparação para o Natal organizado pela DDPJ (para quem não sabe Departamento Diocesano da Pastoral de Jovens) de Lamego, ao qual, muito orgulhosamente pertenço, para conhecer Penedono e mais uns lugares giros ali perto. Para quem ainda não ouviu falar de Penedono, é uma vila medieval no distrito de Viseu, ou seja, mais um lugar imperdível aqui no Norte.
 O ex-líbris da vila é o seu castelo, implantado a mais de 900 metros acima do mar. É possível entrar no castelo e apreciar as vistas das suas torres. Todos os anos realizam uma feira medieval, que ficamos com imensa vontade de conhecer.




















Apesar da chuva e do frio ainda demos um saltinho à ponte pedonal que atravessa a Ribeira de Ferreirim e outro até ao Miradouro de Nossa Senhora das Necessidades, com vistas para a bacia do rio Távora, ambos pertencentes a Vila da Ponte, Sernancelhe.





Incrível o meu Norte, digam lá ❤

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Cores de outono


Não sei se já vos contei que estou absolutamente apaixonada e rendida às cores de outono. A mistura do castanho, com o laranja,  o amarelo... mil tons que conjugam na perfeição. Não fosse o outono o prenúncio do frio e da chuva, teria tudo para ser perfeito.
Claro que todas estas cores e cenários idílicos tinham que dar em registos fotográficos. E nada melhor do que o meu lugar, Cinfães. Mais um lugar encantado no meu lugar preferido do mundo.







Cascata da Ribeira de Tendais, assim se chama este pedacinho da Natureza, um dos afluentes do rio Bestança, que também faz parte da Rota da Água e da Pedra, Montanhas Mágicas, como muitos lugares que já vos falei por aqui.


















Este vestido foi amor à primeira vista, comprado numa feira de S. Martinho, que por acaso conjuga na perfeição com o meu relógio Capitola, que por sua vez combina com as cores quentes da estação.







Além da cascata, também existem moinhos que dão um ar rústico à paisagem.


Não deixem de visitar este cantinho um bocadinho esquecido de Portugal, mas com tanto para descobrir ❤