quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Jardim Botânico do Porto


Há uns tempos uma amiga falou-me do Jardim Botânico do Porto e disse-me que, para mim que adoro fotografar e ser fotografada (às vezes), seria um sítio giríssimo.
Gravei o lugar na memória e avisei toda a gente que tínhamos que visitar o dito jardim.
Supostamente devíamos tê-lo feito na primavera, que é quando tudo está florido, mas a visita foi-se arrastando e acabamos apenas por passar por lá agora em agosto.
Num sábado de manhã arrastei a comandita e fomos descobrir os cantinhos deste espaço verde no meio da cidade do Porto.
Fresco, sossegado, não digo silencioso porque passa uma estrada mesmo ao lado (infelizmente), mas mesmo assim é uma pequena fuga do reboliço da cidade.








 Aqui estava eu a tentar capturar a fotografia perfeita desta flor tãoo bela.





 Flores, catos, bambus, nenúfares, há de tudo um pouco e apesar de em alguns lugares parecer um bocadinho abandonado, esta mistura de espécies é encantadora.

















E desse lado quem já conhece este cantinho verde no Porto?

quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Aveiro, riscas e cores

Aveiro é uma agradável surpresa! Cada cantinho uma nova descoberta. É uma cidade de cores, de riscas, de cheiros, de turistas e de moliceiros.

Esta foi mais uma das visitas das férias e, apesar de não ser a minha primeira vez em Aveiro, foi a primeira vez que a conheci com mais tempo, que percorri algumas das suas ruas, que transbordam de lugares para comer e lojas de souvenirs (que não podem faltar).

Qual Veneza ou Murano e Burano? Portugal consegue misturar os lugares mais incríveis do mundo, num país só. É por isso que cada vez mais me sinto rendida a este belo cantinho na Europa.


E claro ir a Aveiro, significa, além de andar de moliceiro (ainda não foi desta), conhecer a Costa Nova, as típicas casinhas coloridas às riscas e que dão umas belas fotografias.












Quem também já se deixou encantar por Aveiro?

terça-feira, 14 de agosto de 2018

Vistas que encantam: Serra da Arrábida

No alto de uma serra com vista para o mar, descobri uma das vistas mais incríveis de sempre na minha adorada Arrábida.
Serra e mar, uma comunhão perfeita da Natureza e que ainda se encontra tão bem preservada neste lugar.
Não dá para descrever o encanto desta paisagem que prendeu o meu olhar e me fez ficar sem palavras. O melhor mesmo é irem conhecer, só assim vão entender o que vos digo.










Quem também ficou apaixonado?