sábado, 18 de novembro de 2017

Algarve

Este ano as férias foram passadas a Sul, mais propriamente no Algarve, uma semana muito bem passada, com muito calor, muito sol, boa companhia e boa comida claro.
Já tinha estado na zona de Lagoa há três anos, mas foram poucos dias e a água, infelizmente, estava gelada. Este ano ficamos na zona de Albufeira e, por incrível que pareça, a água continuava gelada, o que me fez logo pensar que afinal não valia a pena ir até ao Algarve à procura de água quente, porque entre a água de lá e a da praia de Matosinhos a diferença era pouca. Mas depois lá acabei por ser surpreendida pelas águas maravilhosas da Cacela.
Ficamos alojados em Albufeira e a praia que tínhamos mais perto era a praia de Aveiros, uma mini praia onde quase não havia espaço para estender a toalha.
 Ali ao lado fica a praia da Oura, onde passamos o segundo dia. Para lá chegarmos partimos da Praia de Aveiros e fizemos o caminho que nos indicaram pelo meio das rochas, que vale bem a pena.





No 3º dia fomos ao Aqualand, apesar de a adrenalina não ser o meu forte, foi um dia bem divertido.
No dia seguinte fomos à praia Dona Ana, em Lagos, uma praia de enormes falésias que lhe dão uma enorme beleza.







Como estávamos em Lagos aproveitamos para terminar o dia num lugar deslumbrante, a Ponta da Piedade, a vista e beleza natural são impressionantes.








Já nos últimos dias conhecemos, o que para mim foi o melhor do Algarve, a Cacela Velha, em pleno Parque Natural da Ria Formosa.
Além de ser um lugar magnífico, a água é quente, o areal é todo nosso, é tudo absolutamente espetacular. Foi tão bom, tão bom que, apesar de termos de fazer mais de 70 km para cada lado, tivemos que lá voltar no dia seguinte.





Os nossos almoços, lanches e a água claro, iam sempre dentro desta mochila, tudo muito fresquinho 😉


À tarde um destes barcos transportava-nos para a outra margem. 






 Como dá para reparar, não consigo ir de férias e passar uma semana inteira na mesma praia ou no mesmo sítio, como em praticamente tudo na vida, não gosto de estar quieta.

E pronto, lá terminamos as férias na Praia de São Rafael.




Esta fotografia é um resumo das minhas férias, já que não sou daquelas que chega à toalha e adormece (até não me importava mas não consigo) então passo os dias a ler e que bem que me sabe!




Só para terminar, algumas fotografias da primeira vez que fui ao Algarve.



Praia da Falésia e Praia de Rocha

Praia da Marinha, uma das 10 mais belas praias da Europa e uma das 100 mais belas praias do Mundo.

Bom fim de semana ❤

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Saias

Não sou um ícone da moda e estou muito longe de o ser, mas tal como (quase) todas as mulheres e uma grande parte dos homens, tenho um enorme vício em comprar roupa. Tenho andado a tentar controlá-lo ao máximo, porque aos 22 anos começam a haver outras prioridades, mas é muito difícil quando tudo é demasiado lindo e tentador. 
Uma das minhas paixões neste mundo demasiado amplo da roupa são as saias, essas meninas que nunca saem de moda e combinam com qualquer coisa. Sejam mini, plissadas , lápis, ganga, bombazine ou efeito pele, estão por todo o lado.
Estas foram as últimas a vir morar cá para casa.

São todas Bershka, Stradivarius, Lefties e de uma loja local Marya Pinto.

Não resisto ❤

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

São Miguel, Açores III e IV



Prometo que é a última vez que vos chateio com a viagem aos Açores, mas não podia deixar de mostrar aqueles que foram para mim os melhores dias, mesmo sendo os últimos.
Acreditem que quando digo que esta ilha me encantou falo mesmo a sério, quem dera o continente ter 1/3 do verde dos Açores ( infelizmente vê-se mais preto que verde por aqui).
Mas continuando a falar de coisas boas e bonitas, no nosso 3º dia por São Miguel fomos finalmente abençoados com algum sol, que nos permitiu apreciar um pouco da cidade de Ponta Delgada.


Portas da Cidade




Deixamos a cidade e seguimos para as Sete Cidades, pela estrada da Covoada. Bem, mais natural não há, todo o caminho se faz entre árvores, verdes prados, hortênsias e muitas vacas.






Pelo caminho encontramos as Lagoas Empadadas, tivemos um bocado de receio pelos avisos de que os carros poderiam não subir, mas arriscamos e valeu cada segundo que lá passamos, a vegetação, o arvoredo, o sossego, tudo incrível.










Nessa lagoa tens umas placas que nos levam até um miradouro, onde, apesar de algum nevoeiro, deu para apreciar a vista e chegar mais perto das vaquinhas.










E finalmente chegamos ao tão conhecido miradouro da Vista do Rei e deslumbramo-nos com a Lagoa das Sete Cidades.



- Hortênsia !

Depois de almoçar-mos nas Sete Cidades, fomos até à Ponta da Ferraria e apesar de já estarmos no final de Outubro, experimentamos as águas quentes deste pedacinho de mar.





Terminamos o dia com um piquenique em Mosteiros.





 O último dia começou às 6h30, para aproveitar o bocadinho que ainda nos sobrava.

Não tenho palavras para descrever tal cenário !!!

Lagoa Azul, Lagoa Rasa e Lagoa de Santiago tudo no mesmo postal.







O tão conhecido caminho para o miradouro da Boca do Inferno.








No regresso ainda paramos na Lagoa do Canário, mais um sítio encantador e de um silêncio reconfortante.


Esta vista...

Aqueduto do Carvão

Antes de seguirmos para o aeroporto, ainda subimos até à Lagoa do Fogo, para terminar em grande.





E pronto chegou ao fim esta aventura, em excelente companhia, com cenários de cortar a respiração, com belas memórias e, claro, muitas fotografias para mais tarde recordar.
Prometemos voltar ❤